Ventosaterapia 

A Ventosaterapia surgiu há 2 mil anos. Esta terapia consiste na colocação de alguns copos sobre a pele, em pontos de acupuntura selecionados, buscando um efeito terapêutico.

 

Discute-se a eficácia da Ventosaterapia e da Acupuntura no tratamento mental, melhora da força muscular, flexibilidade e fadiga.

 

É utilizada, frequentemente, para tratar tanto lesões atléticas agudas quanto crônicas. Mas, pessoas comuns, que apresentam o mesmo tipo de lesões não advindas de atividades esportivas, também são beneficiadas por essa terapia.

 

Acredita-se que a Ventosaterapia e a Medicina Tradicional Chinesa possam ajudar em muitas patologias, em especial as patologias causadas pelo alto esforço físico dos atletas.

 

Nos últimos Jogos Olímpicos foi notório o uso de ventosas em atletas de diversas modalidades, com o objetivo de melhorias no desempenho físico e mental bem como na prevenção de possíveis lesões ou situações de stress físico, típico de período de competição.

 

 

 

Atenção:

 

Toda terapia alternativa é considerada complementar, ou seja, não dispensa o tratamento médico alopata.